domingo, 18 de julho de 2010

Novo semestre, novo bimestre

Estamos iniciando o terceiro bimestre. Alguns alunos sugeriram um trabalho mais diferenciado, pois estão encontrando dificuldades nas leituras.

Assim, vamos agora trabalhar também com outras formas de arte.

Gostaria que você adquirisse a lista de textos para o PAS na "xerox". Ali se encontram listados livros, como "A alma encantadora das ruas", de João do Rio, e "Cartas chilenas", de Tomás Antonio Gonzaga. Mas também se incluem na lista várias obras musicais.

Para sua nota de leitura neste bimestre, escolha trabalhar com um capítulo de um dos dois livros citados ou com uma obra musical. Você deverá participar de um grupo de seis pessoas, que deverão apresentar um trabalho escrito e oral sobre o capítulo ou sobre a obra musical. O trabalho escrito será na forma de trabalho escolar, como foi feito no segundo bimestre. O trabalho oral deverá ser ilustrado por cartazes ou slides. Pretendo documentar as apresentações e divulgar as fotos, com a autorização de vocês e de suas famílias, é claro.

Mãos à obra, que as apresentações iniciarão já no final deste mês. Bom trabalho! 

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Sermão da Montanha - versão para educadores (e para estudantes)

Olá, queridos alunos em férias.
Vejam esta versão interessante do Sermão da Montanha, e vejam se algumas situações que presenciamos não são semelhantes. Foi minha irmã, que também é professora, que me transmitiu a mensagem. Obrigada, profª Denise.

O Sermão da montanha (*versão para educadores*)

Naquele tempo, Jesus subiu a um monte seguido pela multidão e, sentado
sobre uma grande pedra, deixou que os seus discípulos e seguidores se
aproximassem.
Ele os preparava para serem os educadores capazes de transmitir a lição
da Boa Nova a todos os homens.
Tomando a palavra, disse-lhes:
- "Em verdade, em verdade vos digo: Felizes os pobres de espírito,
porque deles é o reino dos céus. Felizes os que têm fome e sede de
justiça, porque serão saciados. Felizes os misericordiosos, porque
eles..."
Pedro o interrompeu:
- Mestre, vamos ter que saber isso de cor?
André perguntou:
- É pra copiar no caderno?
Filipe lamentou-se:
- Esqueci meu papiro!
Bartolomeu quis saber:
- Vai cair na prova?
João levantou a mão:
- Posso ir ao banheiro?
Judas Iscariotes resmungou:
- O que é que a gente vai ganhar com isso?
Judas Tadeu defendeu-se:
- Foi o outro Judas que perguntou!
Tomé questionou:
- Tem uma fórmula pra provar que isso tá certo?
Tiago Maior indagou:
- Vai valer nota?
Tiago Menor reclamou:
- Não ouvi nada, com esse grandão na minha frente.
Simão Zelote gritou, nervoso:
- Mas porque é que não dá logo a resposta e pronto!?
Mateus queixou-se:
- Eu não entendi nada, ninguém entendeu nada! (...)
Jesus deu um suspiro profundo, pensou em ir à sinagoga e pedir aposentadoria proporcional aos trinta e três anos. Mas, tendo em vista o fator previdenciário e a regra dos 95, desistiu. Pensou em pegar um empréstimo consignado com Zaqueu, voltar pra Nazaré e montar uma padaria...



Mas olhou de novo a multidão. Eram como ovelhas sem pastor... Seu coração de educador se enterneceu e Ele continuou... como nós sempre continuamos...

 
Boas férias a todos. Um abraço da profª Celina.